Dois ex-PMs são suspeitos de mortes em série em parque de Carapicuíba (SP)

10 dezembro, 2008 09:47

A Polícia Civil investiga dois ex-policiais militares como suspeitos pela série de 13 assassinatos ocorridos no parque dos Paturis, em Carapicuíba, próximo a Alphaville, na Grande São Paulo. Eles fazem parte de duas linhas de investigação.

Os crimes são atribuídos ao chamado "maníaco do arco-íris" --alusão à bandeira colorida da comunidade LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais)-- porque todos esses assassinatos ocorreram dentro do parque que, à noite, é conhecido como ponto de encontro de homossexuais.

Para não atrapalhar as investigações, a polícia não revela os nomes dos ex-policiais. Afirma, porém, que eles não são investigados como cúmplices.

Os 13 homens foram mortos no parque entre julho de 2007 e agosto deste ano, durante a noite e a madrugada --período em que predominam os freqüentadores gays. Para o delegado seccional de Carapicuíba, Paulo Fernando Fortunato, a maioria dos mortos era homossexual porque "o assassino odeia homossexuais" e porque "acredita fazer uma limpeza".

If you found your way to this page through a search, Click here to get to the Home Page

SOURCE: www1.folha.uol.com.br/folha/cotidiano/ult95u477428.shtml